Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

domingo, 15 de janeiro de 2012

Suplica


 ______Iasmyn

Nessa hora deixo de ser poetisa

Nessa hora viro uma gaivota

batendo em revoada

na imensidão do mar.

Destino doído cruel.

Seu cheiro seu riso seu doce.

aninho-te em minhas asas

mas, não te vejo

Falta voce aqui...

Da minha dor, faço-me...

da minha saudade, choro.

Escrevo pra

te abraçar pra afagar pra te lembrar.

Só pra te lembrar...

Onde voce esta agora?!

Linda flor do meu jardim!
Geane Masago

Nenhum comentário:

Postar um comentário