Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Velha infância e hoje

Já pintei o sete

brinquei de pique-esconde

amarelinha, balança-mas-não-cai.

Já provei o sorvete co-lo-rê.

Cantei quando, fui lá no Tororó.

Ganhei o anel de Terezinha,

mesmo tendo outro nome.

Me convidaram a fazer castelos-de-areia.

Eu fiz, eu chorei...

Veio uma onda forte e o levou.

Já pulei muita e, muita corda

muros e valetas, pisei descalça

pelo chão pela areia.

Estátua!

Era, minha brincadeira predilecta.

Ainda, é!

O tempo passou...

...a menina sapeca ainda vive, aqui.


Porém hoje,

brinco de sonhar e,

Poetar.
Geane Masago

Nenhum comentário:

Postar um comentário