Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Transe ______ Te sinto



Seus traços,
rio em frasco.

Sua voz,
louca ira é-me pouca.

Sua dor,
em sons eu canto.

Seu timbre,
a voz do desabafo.

Sua masculinidade,
me destoa.

Seu olhar mudo,
muito me fala.

Seu (eu) intenso,
me desalinha.

Seu forte,
me deixa rasa.

Viajo em voce,
caio de boca
corpo e alma.

Nesta rima,
louca tão intensa,
quanto voce!
(19-11-2012)
 

Alquimia


Pinto meu quadro
como quem pinta a vida

Traço o meu tom
com quem traça a magia

Contorno o efeito
no tom da libido

Rabisco o branco
te entorpeço em poesia!
Geane Masago
(13-11-2012)

Duo



Sua alma minha palma.

Minha alma seu corpo,
meu corpo sua alma.

Sua palma minha alma.

Furtados!
(12-11-2012)

sexta-feira, 16 de novembro de 2012


Gente Pequena





Eu achava que ser grande, seria ser tudo.

Eu achava que ser grande, eu iria profundo.

Eu achava tantas coisas.

... Ledo engano.

Naquele tempo, tudo me era tão perfeito.
.

Como se sente, uma lagarta metamorfoseando?
.

Crescer dói e muito!
Geane Masago
(17-11-2012)

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Aurora


Aurora

Se houver uma outra maneira 
diferente-além
na vida de amar,
amar e amar...

Então, me ensine!

Eu amo voce!
Geane Masago
(16-11-2012)

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

ALUADO PROFANOMARUJO & Poesia do marujo





Poesia do marujo

_________________________Além-mar

Roubas-te uma alma de suas entranhas,
furtas-te lágrimas e os dessentidos.

Não sabia, se era dor ou amor?
Mas era!

Por cada poro, um sufoco.
Uma vontade desesperada de
sair gritando um "te amo!"

Um misto de
céu e chão,
de fogo e gelo,
vulcão em erupção.

Quem explica,
uma alma faminta,
uma alma roubada,
num mundo-palavras?

Alguém chorou,
alguém amou!

Alguém foi e,
nunca mais voltou!
(09-11-2012)

Imagem; O hiper-realismo de Steve Mills (n.1959), "Aurora".