Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Bilhete só de ida


Já não furo bolo

nem saio do salto

não leio mais javanês

nem perturbo o et

não sangro em sangria desatada

nem tento ao viés

não choro desamor

nem canto em canto rouco

não dilacero o doce-triste poema

nem pergunto outra vez

não ando contra o tempo

nem rasgo mais lamento

não viro a esquina

nem beijo o demo!



já não mais, tantas coisas...




...porque

estar e ser 

plena de mim,

é caminhar

lentamente

mornamente

e amando-ando,

em êxtase

estado de Graça!



(08-12-2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário