Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Estância

Estancia



Lapela abaixo
desesperada
a meio-fio a meio-nada.
Chorando a negra-lua,
voce me viu.

Nos braços teus
abarcada-entregue,
fiz minha morada.

Vestida-nua de amor...
E agora, o que faço eu?!
Geane Masago
(06-11-2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário