Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O feitiço



Quando a poesia canta,
palavra sobre palavra
fazendo a fazenda 
desta liga que nos liga tudo é
transformação e sedução!

Nossos eus
duas vertentes
orgias das chamas,
que clama, brama,
inflama uma gama dos dessentidos.

N'um airado mistério 
deleitando-se na nua madrugada,
encontros entre vozes e mudez.
Do ardente feitiço que exala sobre o ar
perdidos entre suor e o tesão!
Geane Masago
(26-12-2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário