Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Sucinto *** Série




Corpo
I

Perca-se nestas curvas e linhas.
As minhas que, afinal...
...são suas!

-

Fêmea
II

Aprisione caso possa.
A alma d'uma mulher.
Quando ela estiver,
em pleno vôo.
Gozo-líbido!

-

Pele-a-pele
III

quando minha carne resfria.
A sua
me esquenta!

-

Simetria
IV

Sua carne é feita sob medida,
para este corpo meu.
Na mais perfeita, simetria!

-

Sina
V

O corpo tem falas
sons e entoações.
Grita e transpira.

Tua carne na minha,
nasce e morre
em profano!

-

Olé
VI

Uma reta, uma seta.
Um convite, ao pecado!
Em ritmo de samba.
Que tal?

-

Posse
VII

Te espero, o tempo que for.
Para que voce tome posse,
do que já é seu, por direito!

-

Ressonância
VIII

Ressonância de alma é...
...um olhar meigo, uma dose de malícia.
Uma medida desmedida, de tesão.

Entre, duas almas que
se queiram se amam,
se desejam e se esperam!

-

Telegrama
IX

Eu quero ato não falho.
Eu quero fato
(e, disso) não abro.

Eu quero seu louco olhar
a despir todos segredos, meus!
Pode, ser?!

-

Tesão
X

Que nos arde por dentro,
entorpece todos-nossos sentidos.
Amor-louco, sem rédeas,
sem fronteiras, sem regras.
Alma-corpo, fogo e paixão.
Poesia e sedução!
Nosso mundo...
...eu e voce!
Geane Masago
(22-10-2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário