Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

domingo, 3 de fevereiro de 2013

O cruzeiro


Ouço ao longe o canto do mar
a cada onda que desliza a encosta
mais longe de mim me vou.
Perdida no nada, encontrada no tudo.

Um oceano inteiro pra eu desbravar
pedaço vivo de mim, onde velejo,
sem trégua, sem medo da morte.
Furtaram minh'alma e jogaram ao mar.

Não sei mais se o mar canta ou chora.
Mas em noites frias e sobre os olhos da lua
espero o Sol e o raiar dia.
Não sei mais, onde estou...
Geane Masago
(25-01-2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário