Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Traição


T*ranquei a porta do destino
R*evirei os versos e desnudei meus véus
A*cordei gralha e recebi grelhas
I*ndeléveis noites frias
Ç*ães noturnos em uivos malditos
A*mor (des)-amor que tive de matar, para dele não morrer
O*utrora não é agora! Porém ainda, meu peito chora!
Geane Masago
(22-02-2013)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário