Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

domingo, 21 de abril de 2013

Absolvida

Não é preciso eu omitir
esse desejo louco
que trago que trago por ti
que me entorpece e me assanha.

Não me julgo.
Se sua boca me põe louca,
se sua língua me desliza inteira.

Se suas mãos leves e rudes
me roçam e crispam os pelos,
percorrem soltas sobre minha carne,
tocando-me toda neste meu corpo seu!

Não me condeno
se voce é o tudo
o que quero em mim.
Geane Masago
(19-04-2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário