Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

domingo, 21 de abril de 2013

Liberdade

Liberdade 

Promiscua,
quem disse que a ti pertenço?
Ah, antes fosse.


Sou prisioneira do sem retorno
onde tu me roubaste e esquecestes. 

Não sei por onde tu andas?
Mas sei que ando perdida!

Bandida, liberdade!
Geane Masago. (21-04-2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário