Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

domingo, 26 de maio de 2013

Ai II

Ai II

Ei quando eu sumir e a cá não estiver
é porque noutra esfera fui parar.
Fui me perder naquele mundo 
de sonho-tesão e devaneio.

Não me faças perguntas.
Pois cega, sei que não sou
e de santa, não tenho nada.
Mas, e se for pecado?!
Que assim sejas, então!

É nessa imensidão de carne
q'eu quero me perder inteira-toda.
A começar naquela boca
e terminar naquilo-tudo.

Ai...
Geane Masago
(26-05-2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário