Geane Masago

Um espaço todo seu para puro deleite do leitor, aqui voce encontrará a poesia intimista. Seja bem vindo.

Wind love

sábado, 25 de maio de 2013

O canto do silencio

O canto do silêncio

A mansão continua intacta no seu mesmo.
O silêncio grita em eco se faz gigante, dorido.
Os olhos falam o que a boca tenta omitir.
Enquanto a cama esta vazia eu cubro-a de nós-dois.

Ouço passos na escada 
em ritmo intenso, porém lentos.
Pra cada metro distancia
um quilometro de saudade.

Enquanto houver a poesia
uma nesga de luz adentra
na mansidão dos sonhos!
Geane Masago
5-05-2013)

2 comentários:

  1. um lindo final de semana querida..
    pleno de amar..
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ingrid te desejo o mesmo amiga, obrigada. Bom dia, bjão!

    ResponderExcluir